Mensagens

A mostrar mensagens de Agosto, 2016

Vídeo oficial da Inauguração da ETAR Viseu Sul (resumo)

Presidente da República inaugura ETAR Viseu Sul em Vila Chã de Sá

Imagem
O Presidente da República Portuguesa, Dr. Marcelo Rebelo de Sousa, visitou o concelho de Viseu, onde inaugurou a Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) Viseu Sul, em Vila Chã de Sá, na Freguesia de Faíl e Vila Chã de Sá e visitou a Feira de São Mateus. A recepção de Sua Excelência o Presidente da República ficou a cargo do Grupo de Cantares da casa, o CANTORIAS da Associação de S.S.R.D. de Vila Chã de Sá, tendo o Presidente manifestado no seu discurso a sua satisfação como foi recebido e de ter ouvido cantar tão bem tendo logo aí começado o júbilo da sua presença. Na ETAR Viseu Sul, acompanhado pelo Presidente da Câmara Municipal de Viseu, Almeida Henriques e pelo Ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, o Presidente da República descerrou a placa alusiva à ocasião e efectuou uma visita a este novo equipamento ambiental. Mais tarde visitou a Feira de São Mateus, a mais antiga Feira Franca da Península Ibérica, onde jantou com autarcas, autoridades loc

Presidente da República em Vila Chã de Sá

Imagem
Momento histórico para Vila Chã de Sá que recebe pela primeira vez um Presidente da República. O CANTORIAS - Grupo de Cantares da Associação de Vila Chã de Sá terá a honra de o receber nesta 1ª visita oficial ao Concelho de Viseu. Estão todos convidados! ETAR Viseu Sul, Vila Chã de Sá, 18h00. "O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, realiza a sua primeira visita oficial ao concelho de Viseu na próxima quinta-feira, 25 de Agosto. Na agenda da deslocação do Chefe de Estado está a inauguração da ETAR Viseu Sul, pelas 18 horas, e uma visita à Feira de São Mateus, com início às 19H30 e entrada pela Porta de Viriato. A ETAR Viseu Sul constitui à sua dimensão a mais evoluída estação de tratamento de águas residuais do país e é, simultaneamente, o maior investimento ambiental de sempre do concelho de Viseu. A sua construção foi co-financiada por fundos estruturais, representando um investimento superior a 31 milhões de euros. Servirá 70% das necessidades do